• nsdagloria

Santo Ildefonso


A grandeza de Ildefonso foi forjada na sua simplicidade, piedade e amor filial à Nossa Senhora “Você é meu capelão. Tome essa casula que meu filho lhe envia”, disse Nossa Senhora em aparição a Ildefonso, que nasceu no dia 08 de dezembro do ano 607 na cidade de Toledo na Espanha. Segundo os escritos foi por intercessão de Nossa Senhora, a pedido de seus pais, que Ildefonso nasceu. Assim, o culto mariano tomou grande parte de sua vida religiosa, ponteada por aparições e outras experiências de religiosidade.


Vindo de uma das famílias reais dos visigodos, desde a mais tenra idade foi bem preparado na Escola de Santo Isidoro em Sevilha. Seu tio Eugenius tomou conta de sua formação espiritual na juventude.


Sua família tinha grandes planos para Ildefonso, mas os desígnios de Deus o conduziram à conhecer o Bispo Eladius que o ordenou diácono no ano 632 e vindo a conhecer o Mosteiro de Agali, o jovem nele ingressou e tamanha foi sua dedicação, piedade e espiritualidade que no ano 650 foi eleito abade do mosteiro. Com a morte de seus pais, herdou toda a riqueza que reverteu toda em ajuda aos pobres e necessitados e na fundação de um mosteiro para religiosas. Participou dos VIII e IX Concílios de Toledo sendo responsável pela unificação da liturgia espanhola. No ano de 657, seu tio, o Bispo Eugênio III, faleceu e Ildefonso foi eleito como seu sucessor na Diocese de Toledo.


Narra a Tradição que Ildefonso era um profundo devoto da Virgem Maria e aconteceu que na noite do dia 18 de dezembro do ano 665, estando na Igreja a cantar hinos em honra a Virgem Maria com outros padres e diáconos, foram envolvidos por uma intensa luz.


Alguns correram amedrontados, permanecendo Ildefonso com outros dois diáconos. Viram então a Virgem Maria que se dirigiu a Ildefonso e lhe impôs uma casula e lhe disse: “Você é meu capelão. Tome essa casula que meu filho lhe envia”.


A este fato, o Concílio de Toledo ordenou que fosse fixado um feriado que em honra a Expectação de Nossa Senhora que ficou conhecida como Nossa Senhora do Ó.


Ildefonso escreve ainda a obra “De perpetua virginitate” contra os hereges que negavam a virgindade de Maria dentre outras obras que iluminaram a Idade Média.


Entre suas experiências de religiosidade constam várias aparições.


Além de ter visto Nossa Senhora rodeada de virgens, entoando hinos religiosos, recebeu também a "visita" de Santa Leocádia, no dia de sua festa, 09 de dezembro.


Ildefonso tentava localizar as relíquias da Santa e esta lhe indicou exatamente o lugar onde seu corpo fora sepultado.


O sábio bispo morreu em 23 de janeiro de 667, sendo enterrado na igreja de Santa Leocádia. Mas, anos depois, com receio da influência que a presença de seus restos mortais representava, os mouros pagãos os transferiram para Zamora, onde ficaram até 888. Somente em 1400 seus despojos foram encontrados sob as ruínas do local e expostos à veneração novamente.


Santo Ildefonso recebeu o título de doutor da Igreja e é tido pela Igreja como o último Padre do Ocidente. Dessa maneira são chamados os grandes homens da Igreja que entre os séculos dois e sete eram considerados como "Pais" tanto no Oriente como no Ocidente, porque foram eles que firmaram os conceitos da nossa fé, enfrentando as heresias com o seu saber, carisma e iluminação. São aos responsáveis pela fixação das Tradições e Ritos da Igreja.


ORAÇÃO


Ó Deus de amor,

que escolhestes para a mãe de seu Filho Maria Virgem Santíssima, daí-nos, pela intercessão de Santo Ildefonso, proclamar cada vez com mais ardor a beleza de louvar a virgindade da mãe de vosso filho único, Jesus Cristo. Que vive e reina para sempre.

Amém.

0 visualização
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square