São Lucas


São Lucas é o padroeiro dos médicos e dos pintores, porque ele exercia essas duas atividades. Ele é o grande autor de dois livros do Novo Testamento: o Terceiro Evangelho (ou Evangelho Segundo São Lucas) e o livro chamado Atos dos Apóstolos, o primeiro livro que vem na sequência dos quatro Evangelhos.


São Lucas é o padroeiro dos médicos e dos pintores. É ele o autor do terceiro Evangelho e do livro dos Atos dos Apóstolos. Era médico de profissão (Cl 4, 14), grego de Antioquia (atual Turquia). Não conheceu Jesus pessoalmente, mas foi discípulo e fiel seguidor de São Paulo, sobre quem escreve as passagens mais importantes nos Atos dos Apóstolos. Seus escritos sugerem que ele tenha visitado a Virgem Maria para coletar as informações que inseriu em seus escritos. A Tradição conta que ele teria pintado um quadro de Nossa Senhora. Tal pintura recebeu o título de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Por isso, São Lucas é o padroeiro dos pintores. Seus escritos tem grande qualidade e estilos próprios de um bom historiador.


Apóstolo São Lucas


São Lucas era um homem sírio, originário da grande cidade de Antioquia. Sua profissão era a medicina. Lucas não conheceu pessoalmente a Jesus. Ele conheceu o Senhor através dos apóstolos. Ele foi discípulo de apóstolos de Jerusalém e, depois, discípulo de São Paulo.


Na sua carta aos Colossenses 4, 14, Paulo chama Lucas de "o Médico Amado". Lucas acompanhou São Paulo até o martírio deste, no ano 68, em Roma. São Lucas permaneceu firme no Senhor até o fim de sua vida. Ele viveu solteiro, sem filhos e faleceu aos 84 anos de idade.


Referências a São Lucas no Novo testamento


Existem várias referências a São Lucas no novo Testamento. A primeira delas está na carta que São Paulo escreveu a Filemon, versículo 24. Ele aparece também na carta de Paulo aos Colossenses 4, 14. Vemo-lo mencionado também em 2 Timóteo 4, 11.


Pintor


Uma antiga tradição cristã afirma que São Lucas foi o primeiro artista a pintar a Virgem Maria e os apóstolos Pedro e Paulo. Por isso, São Lucas é considerado também o padroeiro dos pintores. É por isso também que várias associações de artistas receberam o nome de São Lucas.


Historiador


São Lucas não presenciou os fatos que narrou em seu Evangelho (Lc 1, 2). Mas, como ele mesmo diz no começo de seu Livro, ele “estudou acuradamente os fatos, antes de escrever”. É Lucas quem narra mais detalhadamente os fatos da infância de Jesus. Seus relatos sobre a infância de Jesus narram a vida do menino Jesus desde a sua concepção no seio da Virgem Maria até o tempo em que o menino completou 12 anos. Esta parte de seu Evangelho é chamada de “Evangelho da Infância”. Há uma tradição que diz que ele colheu os fatos diretamente de conversas com Nossa Senhora. Por isso, ele é também chamado de “Biógrafo da Virgem Maria”. Toda a narrativa de São Lucas em seu Evangelho é bastante detalhada comprovando que ele “estudou acuradamente” antes de escrevê-los.


Atos dos Apóstolos


O livro dos Atos dos Apóstolos é considerado uma sequência do Evangelho de Lucas. Trata-se de um livro importantíssimo, pois narra os acontecimentos maravilhosos do começo do cristianismo. Narra a vinda do Espírito Santo sobre os Apóstolos; as grandes viagens missionárias de São Paulo, as quais Lucas acompanhou. Narra também o primeiro concílio da Igreja, o “Concílio de Jerusalém” e uma série detalhada de fatos acontecidos no começo da Igreja. Trata-se de uma narrativa emocionante e coerente que vale a pena ser lida.


Devoção a São Lucas


Uma tradição antiga da Igreja cristã atesta que, após a morte de São Paulo, Lucas partiu como missionário a pregar o Evangelho no sul da Europa, nas regiões da Gália (atual França), Itália, Macedônia e Dalmácia. Criou comunidades e formou discípulos como aprendera com seu grande mestre, São Paulo.


Um antigo documento que São Jerônimo traduziu informava que São Lucas foi martirizado em Patras, Grécia, por causa de sua pregação do Evangelho. Deu a vida por causa de Jesus Cristo. Foi Mártir. Derramou seu sangue por causa do Evangelho que ele imortalizou em seus escritos. Sua festa é comemorada no dia 18 de outubro.


Simbologia


Os símbolos em sua imagem nos falam muito sobre sua vida e sua obra. Vamos conhecê-los.


A Túnica branca de São Lucas


A Túnica branca de São Lucas simboliza sua santidade. Como discípulo de São Paulo, São Lucas progrediu no conhecimento de Jesus Cristo, na vida missionaria e na santidade. A segunda menção histórica a São Lucas aparece em um documento do Século II chamado "Prólogo Anti-Marcionita ao Evangelho de São Lucas" e fala sobre sua santidade:"Lucas é um sírio de Antioquia, sírio pela raça, médico de profissão. Tornou-se discípulo dos apóstolos e mais tarde seguiu a Paulo até ao seu martírio. Tendo servido o Senhor com perseverança, solteiro e sem filhos, cheio da graça do Espírito Santo, morreu com 84 anos de idade."


O manto vermelho de São Lucas


O manto vermelho de São Lucas é o símbolo do seu martírio. Vários escritos antigos dizem que São Lucas foi martirizado na Grécia. Porém, outros escritos confiáveis da época não mencionam tal fato. Por isso, o manto vermelho de São Lucas simboliza também o fogo do Espírito Santo, do qual São Lucas era cheio.


A pena e o livro de São Lucas


A pena e o livro nas mãos de São Lucas simbolizam os escritos de sua autoria no Novo Testamento. Como vimos, ele escreveu o terceiro Evangelho e o livro dos Atos dos Apóstolos. São escritos que inspiraram a vida de milhões de pessoas ao longo dos séculos. Ele dá ênfase ao amor e à misericórdia de Deus para com os homens. Somente o Evangelho de Lucas descreve parábolas como "a ovelha perdida", "o filho pródigo", "o bom samaritano", "o rico e Lázaro". Somente São Lucas escreveu orações de grandes santos do Novo Testamento, como a "Ave-Maria" recitada pelo anjo Gabriel e por Santa Isabel; o "Magnificat", que é o canto de louvor da Virgem Maria; o "Benedictus" cantado por Zacarias quando seu filho João Batista nasceu e o "Nunc Dimittis" rezado pelo profeta Simeão quando viu o Menino Jesus. Por fim, São Lucas é o único a escrever a promessa de Jesus ao "bom ladrão" e a oração que Jesus fez em favor dos que o executavam.


O boi junto de São Lucas


As representações artísticas de São Lucas sempre colocam a seu lado a figura de um boi que, às vezes, aparece com asas. Em relação a São Lucas, o boi simboliza o sacrifício de Cristo, tão bem enfatizado no Evangelho de Lucas. O boi era o mais alto sacrifício oferecido no Templo de Jerusalém. Além disso, o boi também é símbolo da paciência, da força e do serviço, virtudes demonstradas pela vida e pela obra de São Lucas.


Oração a São Lucas


"Glorioso São Lucas, que tivestes a graça de ser inspirado por Deus Altíssimo para escrever seu santo Evangelho, rogai por todos nós, para que sejamos sempre fiéis estudiosos das sagradas escrituras e confiantes seguidores de Cristo. São Lucas Evangelista, intercedei por nós. Amém"

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square