• nsdagloria

E aprovais as obras de vossos pais Lc 11,48




Temos que tomar cuidado com estas aprovações implícitas que fazemos. Alguns no passado eram muito pressurosos e inclusive deixavam de convidar um filho ou um irmão de vir à casa, se o outro contraísse segundas núpcias. Ficamos de fato divididos nesta questão e em outras semelhantes.


O Papa hoje nos pede que aceitemos a pessoa, deixando claro que não aceitamos o erro. Fazemos o que nos pede... Mas... Pode ser que nossa ressalva entre por um ouvido e saia pelo outro.


Pois trataremos aquela pessoa com tanta gentileza, que ela pode considerar que estávamos apenas tirando um peso inútil de nossa consciência ao dizer: Eu te aceito e te amo, mas não ao erro que vives.


O que podemos então fazer? Repetir eventualmente a frase para que o outro entenda que falamos sério.


24° Quinta-feira do Tempo Comum

.

.

🇪🇸 Y aprueba las obras de sus padres Lc 11:48


Tenemos que tener cuidado con estas aprobaciones implícitas que hacemos. Algunos en el pasado se apresuraron mucho e incluso se negaron a invitar a un hijo o un hermano a venir a la casa, si el otro contraía un segundo matrimonio. De hecho, estamos divididos sobre este tema y otros similares.


El Papa hoy nos pide que aceptemos a la persona, dejando claro que no aceptamos el error. Hacemos lo que nos pides ... Pero ... Puede ser que nuestra reserva entre por un oído y salga por el otro.


Porque trataremos a esa persona con tanta amabilidad, que considere que apenas estamos levantando un peso inútil de nuestra conciencia diciendo: te acepto y te amo, pero no el error que vives.


¿Qué podemos hacer entonces? De vez en cuando repite la frase para que el otro entienda que hablamos en serio.


Jueves XXIV del tiempo ordinario

.

.

🇺🇸 And approve the works of your fathers Lk 11:48


We have to be careful with these implicit approvals we make. Some in the past were very hurried and even refused to invite a son or a brother to come to the house, if the other contracted a second marriage. We are indeed divided on this issue and similar ones.


The Pope today asks us to accept the person, making it clear that we do not accept the error. We do what you ask of us... But... It may be that our reservation goes in one ear and out the other.


Because we will treat that person with such kindness, that he may consider that we were just lifting a useless weight of our conscience by saying: I accept you and I love you, but not the error that you live.


What can we do then? Occasionally repeat the phrase so that the other understands that we are serious.


24th Thursday in Ordinary Time

.

.

🇮🇹 E approva le opere dei tuoi padri Lc 11,48


Dobbiamo stare attenti con queste approvazioni implicite che facciamo. Alcuni in passato erano molto frettolosi e si rifiutavano persino di invitare un figlio o un fratello a venire a casa, se l'altro avesse contratto un secondo matrimonio. Siamo infatti divisi su questo tema e su altri simili.


Il Papa oggi ci chiede di accogliere la persona, facendo capire che non accettiamo l'errore. Facciamo quello che ci chiedi... Ma... Può darsi che la nostra prenotazione entri da un orecchio ed esca dall'altro.


Perché tratteremo quella persona con tale gentilezza, che possa considerare che stavamo solo sollevando un peso inutile della nostra coscienza dicendo: io ti accetto e ti amo, ma non l'errore che vivi.