• Aletéia

A descoberta do Amor como caminho de vida


Os cristãos são infiéis e, portanto, devem morrer”. Era isso que Farhad costumava pensar. Para ele, era algo normal; ele era filho de um mujahideen, general do exército afegão, e foi educado em escolas islâmicas impostas pelos talibãs.


“Eles nos disseram que isso estava escrito no Alcorão”, disse Farha. O mulá ensinou que, “se você assistir a apedrejamentos, Deus reduzirá seus pecados”.


Centenas de crianças iam todas as semanas ao estádio para testemunhar as execuções: decapitações, amputações de mãos, apedrejamentos, chicotadas. “Era o único mundo que conhecíamos.”


Farhad chegou à Itália em 2004. Ele disse: “Toda a minha transformação se deve ao encontro com pessoas diferentes” e a “pequenos gestos humanos”.


Ele começou um caminho de reflexão sobre a própria vida e a ler o Alcorão em sua própria língua pela primeira vez. Ele descobre que “Deus é amor”. Farhad decide deixar sua carreira militar e testemunhar da transformação de sua vida. Como resultado, ele perde muitos de seus amigos e uma fatwa foi emitida condenando-o à morte. No entanto, ele continua seu caminho.


“O sofrimento no meu passado tornou-se a força do meu presente”, diz.


“Não tenho medo, porque escolhi a liberdade.”

3 visualizações
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square