• Sérgio Callado Fadul Jr

CNBB disponibiliza nota que diverge acusações de grupo malsinado.

Atualizado: 24 de Dez de 2020

A CNBB, mesmo sem a necessidade de responder a acusações formadas contra ela - visto que são dezenas por mês, geradas quase sempre pelas mesmas pessoas ou grupos - resolveu, a caráter de esclarecimento, divulgar uma nota, intitulada SOBRE A VERDADE, A DEMOCRACIA E A VIDA, a respeito da resolução aprovada no Conselho Nacional da Criança e do Adolescente.

Desde 2017 grupos e pessoas que se dizem católicos tem atacado sistematicamente o conselho e, aqui no Brasil, o Papa Francisco. Na realidade, este assunto já havia sido abrandado, mas ressurgiu com força, agora também atacando vários sacerdotes renomados e, qualificando-os como hereges ao mesmo tempo que enaltecem alguns que foram afastados pela Igreja.


Tal radicalismo interno parece ter renascido a partir de um histórico de diversos ataques:


- Por outras religiões visando conquistar os fiéis;

- Por partidos políticos com o desejo de enaltecer classes, como as não cristãs, predispostas a acordos.


- Por católicos afastados que retornaram, mas com ideias neo-pentescostais; ou por outras denominações que não compreendem a dinâmica Católica-Apostólica-Romana.


- Pela criação de seitas que usam, propositalmente, o mesmo nome de nossa Igreja; ou de comunidades que se apresentam como se fossem nossas, com semelhante carisma, mas totalmente divergente nos fundamentos.


Tudo isso é corroborado pela enxurrada de informações que chegam através das mídias sociais, que não se atualizam sobre a Igreja, ou pelo resultado de uma má formação catequética e/ou emocional e/ou psicológica.


Assim, vários grupos, que se autoqualificam católicos, tem criado verdadeiras situações de desordem, apoiando o aborto, o armamento desnecessário, a eutanásia, etc, gerando também falsas declarações de excomunhão atribuídas à Santa Igreja e até ao próprio Papa.


E, sempre que a Igreja promove ações sociais, aparecem grandes confusões, que desvirtuam do ideal de Caridade, a essência cristã. Ora, já na RERUM NOVARUM - 15/05/1891 - (se quiser ver na íntegra, clique aqui). o Papa Leão XIII instruiu quanto à justiça social, defendendo os fiéis explorados por seus "senhores" em trabalhos quase escravos, instrução esta hoje vista como ação comunista. Inclui-se aqui a enorme exaltação ao neoliberalismo, também condenado pela Igreja através da Pio XII, na Encíclica DIVINIS REDEMPTORIS - 19/03/1937 (se quiser ver na íntegra, clique aqui).


Outro conflito se forma quando comunistas e socialistas distorcem palavras a seu favor, como que fundando uma "igreja católica marxista", que nunca existirá visto os objetivos totalmente antagônicos. Estes, somados a movimentos como a Teologia da Libertação, resultam em ações alienígenas à nossa Igreja!


Claramente se vê que a Igreja vive momentos intensos, mas, a exemplo de outros períodos também conflitantes, é visto que a Casa de Deus sobrevive e cresce mesmo diante de tais dificuldades. Rezemos pela Santa Igreja Católica-Apostólica-Romana!



5 visualizações
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square