São Bernardo de Corleone


Nasce a 6 de Fevereiro de 1605 em Corleone (Itália), numa "família de santos", dado que seu pai é tão misericordioso para com os miseráveis que os traz a casa, os lava, veste e alimenta com grande caridade. E também seus irmãos e irmãs são muito virtuosos. Neste terreno fértil, Filipe (este é o seu nome de Baptismo) aprende a exercer a caridade e a amar tanto o Crucificado como a Virgem.


Certo dia, ao ser provocado, fere o malfeitor no braço mas em seguida arrepende-se e pede-lhe perdão, tornando-se depois seu amigo. Este episódio amadurece a sua vocação religiosa, que ele abraça recebendo o hábito dos Frades capuchinhos no dia 13 de Dezembro de 1631, no noviciado de Caltanissetta.


A sua vida no mosteiro é simples e humilde, dado que o seu trabalho é quase exclusivamente na cozinha. Contudo, procura curar os doentes e exercer uma série de trabalhos suplementares, úteis para a comunidade. Além disso, enriquece a sua vida espiritual com várias formas de penitência e de mortificação, demonstrando possuir uma personalidade doce e, ao mesmo tempo, forte.


Desenvolve-se nele também uma forte paixão pela Eucaristia, que recebe todos dias e, quando se encontra diante do Sacrário ou concentrado em oração, para ele o tempo deixa de existir. Além disso, à noite faz sempre companhia ao Santíssimo Sacramento, para que não permaneça sozinho, e sempre que é possível, ajuda o sacristão para poder ficar mais perto do Tabernáculo.


A solidariedade para com os seus confrades chega a assumir uma dimensão social. Assim, em circunstâncias de calamidades naturais, como terremotos e furacões, em Palermo faz-se intermediário diante do Tabernáculo, lutando como Moisés: "Senhor, desejo esta graça!"; o flagelo cessa, poupando uma catástrofe maior.


Já no leito de morte, depois de receber a última bênção, entoa hinos de louvor ao Paraíso e recorda com êxtase o valor da disciplina, das vigílias, das penitências, da abnegação, da obediência, do jejum e do exercício de todas as perfeições religiosas para a sua vida de santidade. Entrega a alma a Deus na tarde de 12 de Janeiro de 1667.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square