• Vatican News - Debora Donnini

"No Advento, buscar a paz interior e exterior sem ferir os outros", diz Papa Francisco

Celebrando a missa na capela da Casa Santa Marta, o Papa recordou que o Advento é um tempo para pedir a paz na própria alma, na família e no mundo. Para sermos "artesãos da paz".

__________________


Preparar-se para o Natal buscando construir a paz na própria alma, na família e no mundo. Esta foi a exortação do Papa Francisco na homilia da Missa na Casa Santa Marta (04/12). Fazer a paz – recordou - é um pouco como imitar Deus, fazendo-se humilde, sem falar mal dos outros ou feri-los. A reflexão do Pontífice foi inspirada na Primeira Leitura (Isaías 11,1-10) e no Evangelho (Lc 10,21-24).


Nas palavras de Isaías, há uma promessa de como serão os tempos quando o Senhor virá: “o Senhor fará a paz” e “tudo estará em paz”, recordou o Papa. Isaías o descreve com “imagens um pouco bucólicas”, mas belas: “o lobo e o cordeiro viverão juntos”, “o leopardo deitar-se-á ao lado do cabrito” “e uma criança os guiará”. Isso significa – explicou Francisco – que Jesus doa uma paz capaz de transformar a vida e a história e, por isso, é chamado “Príncipe da paz”, porque vem para nos oferecer esta paz.

Pedir ao Príncipe da paz de nos pacificar a alma

Portanto, o tempo do Advento é justamente “um tempo para nos preparar a esta vinda do Príncipe da paz. É um tempo para nos pacificar”, exortou o Papa. Antes de tudo, trata-se de uma pacificação “conosco, pacificar a alma”. “Muitas vezes, nós não estamos em paz”, mas ansiosos”, “angustiados, sem esperança”. E a pergunta que o Senhor nos faz é: “Como está a sua alma hoje? Está em paz?”. Se não estiver, o Papa exorta a pedir ao Príncipe da paz que a pacifique para se preparar ao encontro com Ele. Nós “estamos acostumados a olhar para a alma dos outros”, mas – este é o convite de Franccisco - “olhe para a própria alma”.


Pacificar a família: existem pontes ou muros?

Depois, é preciso “pacificar a casa”, a família. “Existem muitas tristezas nas famílias, muitas lutas, tantas pequenas guerras, desunião”, afirmou ainda Francisco, convidando, também neste caso, a perguntar-se se a própria família está em paz ou em guerra, se um está contra o outro, se há desunião, se existem pontes “ou muros que nos separam”.


O terceiro âmbito que o Papa pede para pacificar é o mundo onde “há mais guerra do que paz”, “há tanta guerra, tanta desunião, tanto ódio, tanta exploração. Não há paz”:


Que faço para ajudar a paz no mundo? “Mas o mundo é demasiado distante, padre”. Mas o que faço para ajudar a paz no bairro, na escola, no local de trabalho? Eu dou sempre qualquer desculpa para entrar em guerra, para odiar, para falar mal dos outros? Isso é fazer a guerra! Sou manso? Busco fazer pontes? Não condeno? Vamos perguntar para as crianças: “O que você faz na escola? Quando há um colega que você não gosta, é um pouco odioso ou é fraco, você faz bullying ou faz as pazes? Procura fazer as pazes? Perdoo tudo?”. Artesão da paz. É necessário este tempo de Advento, de preparação para a vinda do Senhor, que é o Príncipe da paz.


A paz sempre vai avante, nunca está parada, “é fecunda”, “começa na alma e depois volta à alma após fazer todo este caminho de pacificação”, evidenciou ainda o Papa:


E fazer as pazes é um pouco como imitar Deus, quando quis fazer as pazes conosco e nos perdoou, nos enviou Seu Filho para fazer a paz, a ser o Príncipe da paz. Alguém pode dizer: “Mas, padre, eu não estudei como se faz a paz, não sou uma pessoa culta, não sei, sou jovem, não sei …”. Jesus no Evangelho nos diz qual deve ser a atitude: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos”. Você não estudou, não é sábio… Faça-se pequeno, faça-se humilde, faça-se servidor dos outros. Faça-se pequeno e o Senhor lhe dará a capacidade de entender como se faz a paz e a força para fazê-la.


A oração neste tempo de Advento, portanto, deve ser “pacificar”, viver em paz na nossa alma, na família, no bairro:


E todas as vezes que nós vemos que existe a possibilidade de uma pequena guerra, seja em casa, seja no meu coração, seja na escola, no trabalho, parar e buscar fazer as pazes. Nunca, nunca ferir o outro. Nunca. “E padre, como posso começar para não ferir o outro?” – “Não falar mal dos outros, não lançar o primeiro canhão”. Se todos nós fizermos isso – não falar mal dos outros – a paz irá avante. Que o Senhor nos prepare o coração para o Natal do Príncipe da paz. Mas nos prepare fazendo o possível, da nossa parte, para pacificar: pacificar o meu coração, a minha alma, pacificar a minha família, a escola, o bairro, o o local de trabalho. Homens e mulheres de paz.





Posts recentes

Ver tudo

Livraria Paroquial

Horário de funcionamento:

Diariamente de 7h às 19h

Ambulatório

Horário de funcionamento:

De Segunda a Sexta-feira:
8h às 12h | 14h às 18h

(21) 3251-4511 ou (21) 3251-5929 - Ramal 6

  1. Atendimento apenas às pessoas carentes cadastradas.

  2. Documentos necessários ao cadastro: Identidade, CPF, comprovantes de residência e renda.

  3. As consultas deverão ser agendadas.

  4. Para retirada de medicamentos será necessária a apresentação da receita médica.

Secretaria Paroquial

Horário de funcionamento:

Diariamente de 7h às 19h

(21) 3251-4511 ou (21) 3251-5929 - Rmal 3.

Pastoral da Caridade Social

(21) 3251-4511 ou (21) 3251-5929 - Ramal 7.

Horário de funcionamento:

Terça, Quarta e Quinta-feira: de 14 às 17h.

Atendimento às Gestantes:

Terça e Quinta-feira: de 14 às 17h.

 

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Glória

a

Largo do Machado s/nº - Catete

Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22.221-020

        (21) 3251-4511 ou (21) 3251-5929

       /Matriz.de.Nossa.Senhora.da.Glória

        /nsdagloriarj

        /nsdagloria

        Secretaria: secretariansdagloria@gmail.com

        Pascom: pascomnsdagloria1@gmail.com

MAPA DO SITE

 

Inicio

História da nossa Igreja

Nossos Párocos

Nossos Padres

Padres Inesquecíveis

Pastorais e Movimentos

Agenda Paroquial

Fale conosco

Avisos da Semana

MOVIMENTOS

 

Aias de Nossa Senhora

Apostolado Mariano

Congregação Mariana

Legião de Maria

Pia União

Terço dos Casais

Terço dos Homens

Terço das Mulheres

Terço da Misericórdia

Terço da Praça

Mil Aves Marias

SERVIÇOS

Alfabetização de Adultos

Ambulatório São José

Asilo do Padre Mottinha

Assistência Social

Creche Monsenhor Franca

PASTORAIS

 

Batismo

Catequese

Crisma

Catecumenato

Encontro de Noivos

Família 

Grupo Jovem

Perseverança

 

Acolhida

Leitores e Comentaristas

Liturgia

Marianinhas e Coroinhas

MESC - Ministros da Eucaristia

Música

Teatro

Ação Missionária

Amigos do Padre Mottinha

Esperança

Fé e Luz

Pobres e Sem Teto

Renovação Carismática

Saúde

Dízimo

Comunicação - PASCOM

GRUPOS E OFICINAS

 

Escoteiros

Narcóticos Anônimos

Neuróticos Anônimos

D.A.S.A - Dependentes de amor

Roda de Terapia

Meditação Cristã

Escola Luz e Vida

Oficina de Oração e Vida

PERGUNTAS FREQUENTES DOS FIÉIS

Como posso agendar um atendimento com o Padre Geovane?


Padre Geovane, além de Pároco da nossa Igreja, é também responsável pelo Instituto Preciosa Vida, além de outras funções. Por ser o único exorcista, atualmente, na cidade do Rio de Janeiro, ele dispõe, a princípio, de um horário de atendimento, nas sextas feiras, das 15 h às 17 h, por ordem de chegada. A fila de atendimento será no salão Monsenhor Franca, entrada pela rua Gago Coutinho, mas só estará aberto neste horário para aguardar, pois lá também se realiza outras atividades em outros momentos. Pedimos, entretanto, que confirmem o atendimento, na data, junto à secretaria, pode ser por telefone. Também é solicitado que não cheguem com muita antecedência, pois imprevistos podem acontecer e a situação terminar com pessoas descontentes.




Como posso assistir as gravações das homilias do Padre Geovane?


Nos blocos acima disponibilizamos todas as homilias em ordem de data. Também disponibilizamos o canal do Youtube, onde estão as gravações. Aproveita e se inscreva, assim você terá a informação quando sair o novo vídeo.




Eu queria casar nesta Igreja... Como procedo?


Documentos necessários: Certidão original do Batismo de ambas as partes, com validade de 6 meses. Cópia dos comprovantes de residência e identidade de ambas as partes. Comprovante do Curso de Noivos. Entrevista com o Padre, a ser marcada. Habilitação Civil. Proclamas, no caso de ter morado em outros bairros após os 16 anos. Duas testemunhas para assinarem o processo no dia da cerimônia. Documentos necessários das testemunhas: cópias dos comprovantes de residência e identidade. Custo do processo: R$ 70,00. Os documentos deverão ser entregues na Secretaria com 2 meses de antecedência: de Terça a Sexta-Feira de 10 às 12h e de 14 às 17h. Telefone: 2225-0735 Ramal 3. Obs: Não é necessário entregar a documentação completa para início do processo. O que os noivos tiverem servirá para iniciar. Não esquecer o prazo para a entrega dos demais.




Sou adulto, mas não fiz Catequese para comungar, como faço?


Basta se dirigir à secretaria paroquial, no horário de 07 às 19 h e se inscrever. Se você já foi batizado, traga a certidão de batismo. O mesmo se você quiser se crismar e já tiver feito a catequese para a primeira comunhão, trazendo a certidão da catequese.




A Igreja tem Whatsapp?


A Pastoral da Comunicação disponibiliza o contato de um agente para fazer a distribuição de grupos com informações da paróquia, leituras e orações. Basta clicar no box acima que diz A VOZ DA GLÓRIA DIGITAL. Os canais de atendimento ao público, na secretaria, são por telefone, email e presencial. Da mesma forma, o facebook e o Youtube não são canais para solução de problemas administrativos.




Quero colocar meu filho na catequese. Qual a idade mínima?


A Catequese está disponibilizando turmas para crianças não alfabetizadas, de 3 a 5 anos, como uma pré-catequese. Para saber o horário disponível, favor verificar junto às catequistas, nas quintas e sábados, ou diretamente na secretaria paroquial. Mais informações na página da catequese. Para acessar, clique em PASTORAIS > CATEQUESE INFANTIL, ou veja no mapa do site, localizado no rodapé da página.




Eu gostaria de batizar meu filho. Como faço?


A pastoral do Batismo é a responsável pela organização, cadastro, preparação e o sacramento. O sacramento do batismo é muito importante, pois é a porta de entrada para nos tornarmos cristãos. Para tanto, é necessário que haja aptidão dos padrinhos, que deverão ser católicos, além de outras situações que a pastoral irá instruir. Os plantões são nas terças-feiras e sábados, das 09 h às 11 h. Nas quartas-feiras e sextas-feiras das 15 h às 17 h. As datas para os batizados devem ser verificadas junto à Pastoral Desejando, ligue para (21) Ramal 5 durante os horários de plantão.




O que tenho que fazer para utilizar os serviços do Ambulatório São José?


Antes de mais nada, o ambulatório é um serviço destinado às pessoas carentes e cadastradas. Para o cadastro, é necessário trazer cópia da Identidade, CPF, comprovantes de residência e renda. As consultas devem ser agendadas. O Ambulatório funciona de segunda-feira à sexta-feira, das 08 h às 12 h e de 14 h às 18 h. Telefone: (21) 2225-0735 Ramal 6 Importante: Para retirada de medicamentos será necessária a apresentação da receita médica.




Qual é o horário das missas?


Este tem sido um dos grandes problemas. Existe um site chamado HORÁRIO DE MISSA no Google, que fica sempre nos primeiro lugares em site de pesquisa. Porém, este site não ajusta os horários, apesar de várias solicitações. Portanto, avisamos que este site não tem nada a ver com a nossa Paróquia. Nós temos no nosso site um espaço para isso e muito mais...No primeiro menu temos o botão HORÁRIOS, que contém as informações referentes ao horário das missas. Para ser mais rápido, você pode clicar agora aqui também: www.nsdagloria.com.br/horarios